X

O Gráfico Amador

Publicado pela Praça em 09.08.2021

O Gráfico Amador foi um movimento que existiu no Recife entre 1954 e 1961, encabeçado por Aloísio Magalhães, Gastão de Holanda, José Laurenio de Melo e Orlando da Costa Ferreira. Os quatro jovens intelectuais reuniram-se em torno de uma prensa manual e trabalharam durante oito anos na ideia de “imprimir com rigor e cuidadosa forma gráfica”. Confeccionaram livros, seus e de talentosos amigos escritores e artistas, como Ariano Suassuna, João Cabral, Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes e Manuel Bandeira, usando de material precário como barbantes e papel de embrulho, a papéis importados.

Em breve!

se você já possui um cadastro, anuncie gratuitamente

Envie apenas uma história, uma entrevista ou um artigo de não-ficção de cada vez (com no máximo 10.000 palavras) e não mais do que três poemas de cada vez. Traduções devem ser acompanhadas de uma cópia do texto original. Você pode enviar trabalhos quantas vezes quiser, mas pedimos que aguarde nossa resposta antes de enviar outros trabalhos para consideração. Não há contagem máxima de páginas para envios e, no momento, não estamos procurando trabalho sobre nenhum tema ou tópico em específico. Dito isso, ler nosso conteúdo recente e também a página SOBRE A PRAÇA, é talvez a melhor maneira de desenvolver um senso do que estamos buscando.

Nossa pequena equipe vai fazer o possível para responder o quanto antes. Agradecemos sua paciência e compreensão.

Preencher Formulário